Páginas

domingo, 7 de outubro de 2012

CERVEJAS EM HOLLYWOOD – BROOKLYN LAGER


Filme: Shame (Shame)
Sinopse: Brandon (Michael Fassbender), sujeito bem-sucedido que mora em Nova York e tem uma vida quase perfeita, se não fossem seus problemas para se relacionar intimamente. Sua fuga está no sexo - frívolo, banal, sem pudor, sem concessões. Sua vida fica ainda mais conturbada quando sua irmã Sissy (Carey Mulligan) chega à cidade de surpresa.



O personagem de Michael Fassbender, Brandon, não é um viciado em álcool, muito menos um entusiasta de cervejas especiais. As bebidas entram em cena apenas em momentos de descontração, seja em casa, nos bares e restaurantes que frequenta. Isso fica claro quando, num encontro em um bom restaurante da região de Nova Iorque, ele e sua companhia ficam em dúvida sobre qual vinho pedir para o jantar, já que não entendem nada sobre a bebida. Bem sucedido no trabalho e levando uma vida de conforto, ele tem no sexo o seu vício, seu passatempo, mas o sexo sem nenhuma ligação afetiva, com prostitutas, sexo casual com estranhos, sexo virtual e muita, muita masturbação. Para ele era comum se masturbar nas idas ao banheiro durante o expediente de trabalho. Mas duas coisas abalam sistematicamente sua rotina, a primeira é a visita de sua irmã Sissy (Carey Mulligan), uma pessoa que beira os extremos, o que tem de telentosa cantora (sua interpretação de New York, New York é emocionante) tem de problemática com tendências suicidas. O outro problema na vida de Brandon é sua incapacidade de se relacionar afetivamente, lhe causando uma dor desesperadora na ânsia por ser uma pessoa normal, restando fugir e abraçar sua queda rumo ao sexo sujo e vulgar.

Brandon relaxando enquanto comia sua comida chinesa, assistia a um filminho pornô no computador e bebia sua Brooklyn Lager

A Brooklyn Lager é a cerveja que Brandon consome em apenas uma cena do filme, numa noite relaxante em sua residência. Como o filme traz várias referências a cidade de Nova Iorque, nada mais natural que escolhessem uma cerveja da Brooklyn Brewery, a cervejaria mais famosa de lá e com qualidade atestada ao redor do mundo todo. A Brooklyn Lager é uma das cervejas mais consumidas da cidade, muito benquista pelos nova-iorquinos. Premiada nacional e internacionalmente essa cerveja de estilo de Vienna com cara americana é bem versátil e preza pelos dois mundos, fácil de beber e sem se tornar enjoativa caso bebida aos montes, mas nem por isso insossa, ao contrário, prazerosamente saborosa graças aos maltes assertivos e com aquela pegada muito fresca no aroma, por causa do dry hopping, e muito suculenta, proveniente dos lúpulos americanos.

Brooklyn Lager - Amber/Vienna Lager - 5,6% ABV

Foi uma das primeiras cervejas americanas que bebi, tão logo começaram a ser importadas para o Brasil e também foi a primeira vez que provei uma cerveja que usa lúpulos americanos na receita e fiquei apaixonado pelos tons de frutas cítricas como maracujá e laranja, amargos e resinosos provenientes deles. E não teve jeito, graças a ela e demais da Brooklyn, acabei me tornando um lupulomaníaco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário