Páginas

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

BEERTONE - EDIÇÃO BRASIL – Aprecie a cor da sua cerveja

Quando bebemos uma cerveja todos os nossos sentidos são aguçados durante a degustação. A audição é acionada com o som da garrafa ou lata aberta, informando se a cerveja preservou o gás. Com a visão percebemos as nuances da cor, turbidez ou limpidez do líquido, e tamanho, cor, textura e retenção da espuma. O olfato é atraído pelos aromas que avisam o sistema nervoso e este nos traz incontáveis memórias de odores. Na boca o paladar traz o sabor resultado da soma “aroma + gosto”; já o tato vem com a sensação do corpo, sua viscosidade e carbonatação, e ainda nos diz se a bebida está fria ou se esquentou.

Dentre os sentidos a visão às vezes faz o papel de vilã na cerveja. A influência da cor do líquido é tão superestimada que somos sugestionados a caracterizar a bebida antes mesmo de experimentá-la. “Se amarela, certamente ela é uma cerveja leve, portanto é uma Pilsen. De cor mais escura, então é mais forte e amarga, mas se for preta, é docinha”. A melhor forma de quebrar esses paradigmas é experimentando mais e mais cervejas de variados estilos. E descobrir que a cor amarela sempre será a cor esperada numa cerveja do tipo Pilsen, mas ela também pode significar uma cerveja forte/alcoólica como uma Strong Golden Ale, por exemplo. Assim como as cervejas de cor preta podem não ser sempre tão doces, mas também torradas e amargas.

Degustar cervejas e perceber como o universo das cores pode muitas vezes nos pregar peças pode ser um trabalho demorado. Mas essa "árdua" tarefa pode ser facilitada com a companhia de um guia de referência próprio. Inspirado na paleta ou arco-íris de cores presentes nos variados estilos de cervejas, o Beertone - Edição Brasil é a orientação certa para isso. São 202 cervejas artesanais brasileiras de 44 diferentes cervejarias, catalogadas por ordem de tonalidade de cor que varia das graduações mais claras até as mais escuras. Em formato de leque, o guia quando aberto se transforma num belo espectro final de cores.



O guia não se limita apenas a informar a tonalidades das cores das cervejas, mas demais informações pertinentes sobre as mesmas também estão contidas. Como estilo, teor alcoólico, unidades de amargor, temperatura ideal para consumo, dicas de harmonização, descrição, dentre outras. As informações foram todas disponibilizadas pelas cervejarias interessadas em participar do projeto, que são responsáveis pelo conteúdo informado. A parte de analisar as tonalidades de cores das amostras ficou com a equipe do Beertone, que para isso usou a precisão de um aparelho chamado espectrofotômetro.

O Beertone Brasil é a segunda edição do guia. A primeira é dedicada exclusivamente às cervejas da Suíça. Por se tratar do país em que atualmente reside o brasileiro Alexander Michelbach (autor do projeto), este acreditava que o trabalho de coleta seria facilitado se a edição original fosse feita com cervejas exclusivas de lá. Ledo engano. Encontrar cervejarias interessadas no projeto – muitas escondidas pelos Alpes suíços – colher seus dados, analisar e medir as cores, captar imagens, levou um processo de cerca de cinco meses até a publicação definitiva da primeira edição em abril de 2013. Na Europa o guia é uma referência e a maioria de suas vendas é em livrarias. Já no Brasil as vendas são focadas nos points cervejeiros.

A próxima edição já está sendo elaborada. As cervejas escolhidas dessa vez foram as da Alemanha e a ideia é que o guia também seja traduzido para o português. Demais países também são cogitados para edições futuras, como a Bélgica e os Estados Unidos, vide a demanda apresentada pelo público.

Taça TeKu 



Quem quiser apreciar a cor da sua cerveja, o guia Beertone - Edição Brasil pode ser adquirido através do linkhttp://beertone.com.br/pt-br/shop/ (também disponibilizam uma versão beta para tablets e smartphones). O guia pode ser comprado sozinho ou em conjunto com demais itens oferecidos pelo site, como a TeKu, taça universal para degustação de cervejas – outro produto exclusivo da Beertone – e o caderno para anotação de degustação de cervejas, o Cervediário da Evviva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário