Páginas

terça-feira, 8 de setembro de 2015

BOSS – A casa do blues e da cerveja

Recentemente, a região da Vila Madalena e Pinheiros, na capital paulistana, ganhou o primeiro bar-restaurante de Soul Food da cidade. Estamos falando do Boss – Home of the Blues, espaço dedicado à cultura do sul dos Estados Unidos, especialmente Mississipi e Louisiana, onde o Blues sempre cumpriu seu reinado.

A carta de cervejas do Boss é variada e foi desenvolvida pelo consultor Alex Camargo (do grupo do Alex Atala), em parceria com a beer sommelière Flavia Paiola, contando com 90% de rótulos americanos e complementando os outros 10% com cervejas artesanais brasileiras. Na lista de importadas se encontram diversas cervejarias, como North Coast, Aviator, Caldera, Horny Goat, Dead Frog, Worthy, e das nacionais, os bons rótulos da Invicta, Tupiniquim e Backer (linha Três Lobos). Na pressão apenas os chopes Rauchbier e Pilsen, da Bamberg.

Boss – Home of the Blues


O Boss abriu há cerca de um mês e aposta em uma cozinha também influenciada pelo sul dos Estados Unidos, especialmente o que se denomina gastronomia Cajun e Creole, a qual nasce de uma mescla tremenda de origens que remetem a antigos imigrantes de diferentes lugares, que se instalaram nos Canadá e Estados Unidos, e alcançou sua maior expressão no sul da Louisiana. O cardápio já avisa nas primeiras linhas: “Fique atento à picância”. O chef responsável pela casa é o americano Matthew Clark, que veio parar no Brasil depois de se apaixonar e casar com uma brasileira.

Batatas rústicas da casa


Nas entradas provamos as batatas rústicas que são, de fato, incríveis: levemente apimentadas e super crocantes. Mas sem dúvida o destaque ficou para a porção de Tomates Verdes Fritos com tempero Creole (segredo do chef com 11 especiarias) e molho remoulade (maionese tradicional da Louisiana com picles e limão). É legal destacar os molhos de pimenta feitos na casa, em 04 versões: suave (feito com pimenta dedo de moça), médio (pimenta malagueta), forte (habanero) e extra forte (bhut jolokia). Diz a lenda que serão vendidos em breve para levar pra casa.

Tomates Verdes Fritos


Entre os pratos principais pedimos o tradicional Jambalaya, que nada mais é que um refogado com a santíssima trindade Cajun (cebola, pimentão e salsão) e linguiça, servido com folha de sálvia frita e mais uma vez o tempero Creole. Há de se destacar que o prato é bastante apimentado, ou seja, se você não se dá bem com a picância é melhor pedir sem pimenta. Nesse prato a linguiça pode ser trocada por camarão, mas preferimos a versão tradicional da casa.

Molhos de pimenta da casa: suave (dedo de moça), médio (malagueta), forte (habanero) e extra forte (bhut jolokia)


Na sequência quisemos provar o sensacional Po’Boy de Camarão, sanduíche feito com o crustáceo frito, couve branca, tomate e maionese Creole. Ele chega servido em uma ciabatta aquecida e levemente tostada, os camarões empanados e vegetais ao natural, amarrados pelo molho. Acompanha as fritas já citadas e o camarão pode ser substituído por lagostim. Realmente um destaque no cardápio da casa, harmonizado com uma North Coast Acme IPA.

Po’Boy de Camarão


O Boss conta também com burgers suculentos como o PepperCorn Burger e o Bourbon Burger (feito com a bebida). Além disso, apresentam também drinks clássicos e uma seleção preparada exclusivamente à base de Bourbon.

Na casa rolam shows de Blues, R&B e Soul, mesclando jovens talentos e artistas consagrados nacionais. Presenciamos o show do ótimo Rodrigo Battello, “one man show” dedicado ao Blues clássico, com inserções de outros estilos paralelos.

Rodrigo Battello

Mais informações: 
BOSS – HOME OF THE BLUES
Rua Mourato Coelho, 992 – Vila Madalena – tel: (11) 3031-3802
Horários: Fechado às segundas. Terças a sábado das 18h às 2h. Domingo das 14h às 22h.
Serviço de rolha: não cobra
Instagram: @bossblues

---
Postagem e fotos:
BRUNO SIQUEIRA
Sommelier de Cervejas
Mestre em Estilos de Cervejas


Nenhum comentário:

Postar um comentário