Páginas

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

FESTIVAL REPENSE CERVEJA - Saiba o que esperar das cervejas colaborativas na edição de São Paulo

No próximo sábado, 03/10, os paulistanos terão uma boa oportunidade de conhecer as cervejas criadas de forma colaborativa pela cigana 2cabeças, com cervejarias do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. É o Festival Repense Cerveja, que na sua 2ª edição vai aportar em terras paulistanas - na semana passada a estreia foi no Rio de Janeiro.

O festival vai acontecer no Butantan Food Park - Rua Agostinho Cantu, 47 - Butantã - São Paulo -, das 11h às 22h, com entrada franca. Além das colaborativas, estarão disponíveis também as criações "de linha" de várias cervejarias. Serão mais de 15 rótulos disponíveis, com a presença dos cervejeiros para conversar com o público e explicar como cada cerveja foi criada. O chope de 300ml vai custar R$ 12 e haverá também a opção de degustação: 3 doses de 100ml a R$ 15.




Presentes no evento também estarão os tradicionais food trucks que já habitam normalmente o local. Abaixo segue a relação completa das cervejas disponíveis e ainda dicas de harmonização com alguns pratos servidos no parque gastronômico:

2cabeças + 3Cariocas: #SQN
Harmonização: Frango oriental do Arte Cozinha.

2cabeças + Aeon: Gol da Alemanha
Harmonização: Hambúrguer de cordeiro com maionese de hortelã do British Burger and Potato.

2cabeças + Koala San Brew + Capa Preta: Lactobluecilos
Harmonização: Khao Pad vegetariano do Thaitai Brasil.

2cabeças + Nacional: Fogo de Palha
Harmonização: Sanduíche de porchetta do Mondiale.

2cabeças + Penedon: Debrownismo
Harmonização: Churros de chocolate e doce de leite com amendoim torrado do Churros Tentação.

2cabeças + Freigeist: Rio de Colônia

2cabeças + Invicta: Saison à Trois

2cabeças: Funk IPA, Maracujipa e Hi5

3Cariocas: IPA nema e Saison du Leblon

Aeon: Mangifera IPA

Capa Preta: Melon IPA

Koala San Brew BadMotorfinger

Cervejaria Nacional: Mula

Penedon: Helles, Bauréti e Serra da Índia

Sobre a edição que rolou sábado passado no Rio de Janeiro, na Casa da Glória, eu não consegui ir, infelizmente. Mas o amigo Felipe Chehuan foi e passou suas impressões sobre as cervejas colaborativas. O Felipe é um entusiasta das cervejas artesanais há um bom tempo - está sempre viajando atrás de cervejas novas - e de vez em quando se arrisca nas panelas das cervejas caseiras.

Abaixo seguem as impressões do Felipe acerca das novidades presentes no festival. As fotos foram gentilmente cedidas pelo Luiz Araújo, o responsável pelo blog Ninkasi Beer Club:

2cabeças + 3cariocas - #SQN - Wheat Wine
"Cerveja promissora, mas que ainda estava "verde", prematura, precisando de mais tempo de maturação, imagino. Algo meio sulfuroso, mas com bastante lúpulo aparecendo em uma pegada bem American "Barley" Wine. Teor alcoólico alto, mas bem escondido. Acho que com mais tempo de maturação (provavelmente quando sair em garrafa) terá tudo para ser uma boa cerveja."

foto Luiz Araújo


2cabeças + Aeon - Gol da Alemanha - German IPA
"Boa IPA, que fez fila principalmente no início do festival pela repercussão que causou na mídia. É uma IPA mais clara, com o malte bem em segundo plano e os lúpulos mais evidentes (não lembro muito o perfil do lúpulo, mas lembro de não ser tanto com pegada clássica do tipo Hallertau, mas sim dessa nova geração de lúpulos híbridos alemães)."


foto Luiz Araújo


2cabeças + Capa Preta + Koala San Brew - Lactobluecilos - Sour com Mirtilo
"Cerveja interessante, de cor amarela a dourada e turva (imaginei que teria alguma coloração da fruta, mas não). Cerveja leve e agradável, com uma pegada bem tímida da fruta e da acidez. Não sei se foi a proposta deles ou também faltou um tempo a mais maturando para ficar "mais sour", mas esperava principalmente uma maior acidez."


foto Luiz Araújo


2cabeças + Cervejaria Nacional - Fogo de Palha - Smoked California Common
"Cerveja clara e leve, com uma característica defumada bastante consistente, que me agradou, mas sem muita complexidade."


foto Luiz Araújo


2cabeças + Penedon - Debrownismo - American Brown Ale
"Surpreendentemente a melhor cerveja do festival, até porque não curto muito Brown Ale e essa entra pra lista das 5 Brown Ales que eu mais curti de beber até hoje (as outras foram Rogue Hazelnut, Anchor Brekle’s Brown, To Øl Mochaccino Messiah e Cevada Pura/Cigar City Café e Cacau Brown Ale). Perfil de malte muito interessante (torrado, caramelo e café), com o lúpulo fazendo um bom contraponto e deixando um bom amargor - dentro do estilo - deixando ela mais seca e evitando ficar enjoativa (dava facilmente pra beber várias dela, acho que inclusive tomei umas três). Todos com quem eu falei se surpreenderam muito positivamente com ela."


foto Luiz Araújo


Vale parabenizar a iniciativa dos cabeçudos Bernardo Couto e Maíra Kimura (e das cervejarias colaborativas) na inovação em criar cervejas de receitas criativas e em tão pouco tempo - foi apenas um mês de viagem, pulando de cervejaria para cervejaria. Portanto é a oportunidade única de provar cervejas inéditas e que, talvez, nunca mais sejam recriadas. 

Não percam!

Maiores informações:
https://www.facebook.com/events/684472755021228/


Nenhum comentário:

Postar um comentário